Projeto "Amazon Dolphin

Os golfinhos de rio, como o boto amazônico, estão entre as espécies de golfinhos mais ameaçadas do mundo.
A construção de represas, a contaminação das águas, a perda de habitat, a captura acidental e a matança seletiva são as maiores ameaças.

Há alguns anos, o golfinho do rio Amazonas (Inia geoffrensis). No Brasil, até 1.500 animais são mortos anualmente, porque sua carne é muito procurada. Mas não porque as pessoas a comem, mas porque a carne Inia é usada como isca para capturar um bagre(Calophysus macropterus) de cerca de 45 cm de comprimento.

A demanda por esta carne de peixe-gato tem aumentado acentuadamente, especialmente na Colômbia, levando a que cada vez mais golfinhos sejam mortos. O lucro rápido atrai cada vez mais pescadores para o rio. Segundo a cientista Vera da Silva(INPA, Manaus), o número de comunidades envolvidas nesta pesca aumentou significativamente. A primeira contagem da população já mostra que certas populações locais de golfinhos da Amazônia estão diminuindo.


Projeto Golfinho da Amazônia Inia geoffrensis Proyecto Sotalia Venezuela Conservação dos Golfinhos

A YAQU PACHA está atualmente trabalhando em conjunto com a PROYECTO SOTALIA na Venezuela na conservação do golfinho da Amazônia(Inia geoffrensis).

Inias inia geoffrensis grupo golfinhos de rio
Foto: Fernando Trujillo - Fundación Omacha

Projeto Golfinho da Amazônia Inia geoffrensis Venezuela Conservação das Espécies Dolphin Conservation Dolphin Conservation

Ajude-nos a salvar os botos fazendo uma doação com o PayPal


As tarefas centrais a longo prazo deste projeto de conservação da espécie são: